Av. Brasil, 275, Jardim Paulista, São Paulo, SP | 11 3052-1448

Av. Brasil, 275, Jardim Paulista, São Paulo, SP | 11 3052-1448

    Você já ouviu falar no termo

    Você já ouviu falar no termo "Beleza limpa"?

    Do inglês "Beauty clean", é o sinônimo de beleznão tóxica.

    Beleza limpa não significa ser 100% perfeita. Os ingredientes feitos pelo homem podem ser limpos, desde que sejam seguros e não tóxicos. Isso também representa que a beleza limpa não precisa ser totalmente natural, sem conservantes, etc. Ela se concentra em eliminar o máximo possível de toxinas de nossos produtos diários. Significa nos tornarmos mais conscientes, uma vez que a indústria da beleza carece de regulamentação.

    Cabe a nós nos familiarizarmos com as toxinas mais comuns em nossos produtos para a pele, beleza, corpo e higiene. O consumidor  possui muita responsabilidade em prestar atenção ao que está em seus cosméticos.

    Ler  os rótulos e verificar as possíveis toxinas. A beleza limpa PODE ter componentes orgânicos, mas não é um requisito. O que é fundamental, no entanto, é que esses ingredientes sejam SEGUROS!

    Tome cuidado com os greenwashing!

    Outro critério para a beleza limpa é ter rótulos transparentes.  Algumas empresa aproveitam do interesse crescente dos consumidores pela sustentabilidade e utilizam o marketing verde para aumentarem suas vendas sem terem realmente uma política interna ambiental.

    Como você pode eliminar toxinas de sua rotina de beleza?

    Comece com estes 10 ingredientes tóxicos para evitar a todo custo:

    1. PARABENOS COMO PROPILPARABENO E IOSBUTILPARABENO
    2. FRAGRÂNCIAS SINTÉTICAS
    3. FILTROS UV QUÍMICOS  (OCTINOXATO E OXIBENZONA)
    4. DIETANOLAMINA (DEA)
    5. TRICLOSAN
    6. FTALATOS COMO FTALATO DE DIBUTILA
    7. SULFATO DE SÓDIO LAURETH (SLS)
    8. FORMALDEÍDO
    9. POLIETILENO (PEGS) COMO LAURATO DE PEG-10
    10. HIDROXIANISOL BUTILADO (BHA)